28 julho 2008

Fármaco experimental apresenta resultados positivos para Psoríase

farm1 O fármaco experimental ISA247, da biotecnológica Isotechnika, que suprime determinadas partes do sistema imunitário, foi eficaz no alívio de alguns sintomas da psoríase, sem apresentar efeitos adversos, segundo investigadores canadianos.

Os investigadores testaram 451 pacientes entre os 18 e os 65 anos que tinham psoríase em placas em mais de 10 por cento do corpo. Os resultados demonstraram uma relação quase linear entre a dosagem do fármaco e a resposta, sugerindo que os médicos podem descobrir a dosagem exacta que reduz os efeitos secundários.

No estudo, publicado na "The Lancet", o ISA247, um inibidor da ,provocou significativamente mais efeitos secundários do que o placebo, mesmo nas doses mais elevadas. O ISA247 imita os efeitos do fármaco imuno-supressor ciclosporina, mas está delineado para evitar alguns dos efeitos adversos perigosos.

Segundo o investigador principal, Dr. Kim Papp, este é o primeiro fármaco oral em 20 anos a demonstrar resultados promissores no tratamento da psoríase em placas moderada a grave.

Em Agosto, a agência norte-americana que regula os medicamentos (FDA) concedeu o estatuto fast-track ao ISA247 para a uveíte, uma inflamação no interior do olho.

Isabel Marques