14 maio 2009

Crises de stress desencadeiam Psoríase

A doença não tem cura, mas o controle é feito com remédios e banhos de luz.

Manchas por todo o corpo, incómodo e coceira. A psoríase não prejudica apenas o aspecto da pele, mas também abala a auto-estima quando os sintomas surgem e muita gente se afasta, por medo de se contaminar com o problema. Ainda sem cura a doença se espalha rapidamente pelo corpo, principalmente em situações de stress.

"A Psoríase manifesta-se, basicamente, por lesões que fazem a pele descamar e formar uma espécie de relevo avermelhado. As áreas de atrito, como cotovelos e joelhos, são o foco do problema. Mas ele também afecta o couro cabeludo, as palmas e as plantas das mãos e pés e unhas", explica o dermatologista e especialista do MinhaVida, Cesar Cuono.

Para o diagnóstico, os médicos pedem uma biópsia de pele*. A investigação do histórico familiar também conta, já que a maioria dos casos tem origem genética. "O factor emocional não causa a psoríase, mas detona as crises quando o paciente tem predisposição. Drogas, infecções e alterações hormonais também podem desencadear a formação das escamas", afirma o dermatologista.

Segundo o médico, existem casos de psoríase, conhecidos como severos, que levam a deformidades das articulações, por isso o tratamento é essencial. Os cremes à base de cortisona ajudam no combate das manchas, mas há outros métodos indicados, como os banhos de luz ultravioleta ou de sol. Remédios imunossupressores e derivados da vitamina A, conhecidos como retinóides (que são da mesma espécie dos que tratam a acne) também controlam o problema.

Psoríase ou Vitiligo

Muitas vezes, a psoríase é confundida com o vitiligo, mas o dermatologista diz que não há razão já que as doenças são bem diferentes. "A Psoríase apresenta-se como placas avermelhadas e descamativas e com relevo. Já o vitiligo, é caracterizado por ausência de pigmentação, manchas (sem relevo) totalmente brancas", explica. De acordo com o especialista as únicas semelhanças entre as doenças são:

- Não se sabe a causa de nenhuma das duas.
- São geneticamente predispostas.
- São possíveis de serem desencadeadas por situações de stress.
- Podem aparecer em locais de trauma, ou machucados.

in Yahoo Beleza e Saúde

 

* isto no Brasil, pois eu nunca fiz uma biópsia à minha pele